26 de novembro de 2009

AS CORES DE REDENÇÃO

As escolas municipais durante toda a semana que passou, direcionaram suas atividades artísticas e culturais para a culminância do Projeto as Cores de Redenção que aconteceu na última sexta-feira, dia 20 de novembro. Várias foram as apresentações vivenciadas no âmbito de cada comunidade escolar: desfiles, esquetes teatrais, danças, paródias, etc.

Nessa mesma perspectiva a Prefeita Municipal, Francisca Torres Bezerra – Cimar e a Secretária de Educação Ana Paula Fonseca Braga, irão promover no dia 27 próximo a partir das 7:30 o Seminário Consciência Negra, Desafios e Conquistas de Redenção na Perspectiva da UNILAB.

O evento será realizado no Auditório da Secretaria Municipal de Educação e contará com a participação de Diretores de escolas no Município, Coordenadores Pedagógicos, Professores de História, palestrantes e mediadores que irão discorrer sobre o Colóquio temático.

Vale ressaltar que o desenvolvimento do Projeto “As Cores de Redenção” é uma ação direcionada a implementação da Lei 10.639/2003, que estabelece a obrigatoriedade do ensino de História Cultura Afro-Brasileira e Africana em todo o território brasileiro. O referido projeto vai além do cumprimento da lei, ou seja, pretende resgatar a memória de toda a população do município com relação a história do mesmo, que foi o primeiro município do Brasil a libertar os escravos.

19 de novembro de 2009

"Educação Infantil: Limites começam aqui."






A Coordenação da Comissão Municipal da Educação Infantil (CMEI) e a Secretaria Municipal da Educação (SME) promoveram uma palestra com o Tema: "Educação Infantil: Limites começam aqui."
O evento teve como objetivo a promoção de um espaço de reflexão e debate sobre a missão de pais e educadores, considerando as dimensões do cuidar, educar e brincar, estabelecendo uma parceria com as famílias.
Ministrou a palestra, a Orientadora Educacional e Amiga da Educação de Redenção Irismar Ferreira Franco Pereira a qual destacou a missão de pais e educadores na educação das crianças estabelecendo regras e limites através do diálogo e desta forma desenvolver o senso crítico, consciência moral e vivência de valores importantes na formação do ser humano. No momento de aplicar certos limites os pais oscilam entre o autoritarismos e a permissividade, no entanto é preciso compreender que pais e educadores devem ter equilíbrio e serenidade.

SME VISITA A X FEIRA CULTURAL CENECISTA





A Secretaria Municipal da Educação de Redenção marcou presença na X Feira Cultural Cenecista promovida pelos alunos, professores e coordenação do Centro Educacional Perboyre e Silva.
O Evento aconteceu no dia 13 de novembro de 2009 com visitação às salas nos turnos da Manhã e Tarde e o encerramento foi às 19 horas e 30 minutos com apresentações artísticas e o desfile do garoto e da garota da feira cultural.
Destacamos a importância do evento para a construção e democratização de conhecimentos significativos para os educandos da referida instituição, bem como, para os educandos oriundos de outras escolas e para a sociedade redencionista.

CNEC – 49 anos escrevendo a História da Educação de Redenção!”

Parabéns !

Confira o sucesso do evento.

12 de novembro de 2009



Olá Pessoal, esta é o novo Projeto de Lei. Vamos fazer parte?

Terça, 10 de Novembro de 2009 - 15h55
Comissão de Educação do Senado aprova 14º salário para professor

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou nesta terça-feira (10) um projeto de lei que institui o 14º salário para profissionais da educação básica da rede pública de ensino. A proposta seguirá para análise da Comissão de Assuntos Econômicos e depois, para a Comissão de Assuntos Sociais.

Se for aprovada nas duas próximas comissões, será enviada para a análise da Câmara dos Deputados.

A medida é de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) e teve como relator o senador Marconi Perillo (PSDB-GO), autor do substitutivo que obteve a aprovação.

De acordo com o projeto, para ter direito ao 14º salário em dezembro, os profissionais da educação básica pública precisam elevar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de sua escola em pelo menos 50%.

O benefício também será pago aos profissionais que alcançarem o Ideb igual ou superior a sete. O projeto ainda estabelece que o pagamento do 14º salário deverá ocorrer até o final do semestre subsequente ao da publicação dos resultados do Ideb.

Na discussão do projeto, Cristovam explicou que a medida não cria competição entre os professores, pois serão beneficiados todos os docentes da escola que cumprir a exigência de elevação do Ideb.

"O que vai ocorrer é uma cobrança de uns professores sobre os outros" disse, citando como exemplo a pressão que deverá ocorrer sobre professores que faltam muito e que, com esse comportamento, poderão prejudicar os demais.

Do Uol Educação Olá Pessoal, esta é o novo Projeto de Lei. Vamos fazer parte?

Terça, 10 de Novembro de 2009 - 15h55
Comissão de Educação do Senado aprova 14º salário para professor

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou nesta terça-feira (10) um projeto de lei que institui o 14º salário para profissionais da educação básica da rede pública de ensino. A proposta seguirá para análise da Comissão de Assuntos Econômicos e depois, para a Comissão de Assuntos Sociais.

Se for aprovada nas duas próximas comissões, será enviada para a análise da Câmara dos Deputados.

A medida é de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) e teve como relator o senador Marconi Perillo (PSDB-GO), autor do substitutivo que obteve a aprovação.

De acordo com o projeto, para ter direito ao 14º salário em dezembro, os profissionais da educação básica pública precisam elevar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de sua escola em pelo menos 50%.

O benefício também será pago aos profissionais que alcançarem o Ideb igual ou superior a sete. O projeto ainda estabelece que o pagamento do 14º salário deverá ocorrer até o final do semestre subsequente ao da publicação dos resultados do Ideb.

Na discussão do projeto, Cristovam explicou que a medida não cria competição entre os professores, pois serão beneficiados todos os docentes da escola que cumprir a exigência de elevação do Ideb.

"O que vai ocorrer é uma cobrança de uns professores sobre os outros" disse, citando como exemplo a pressão que deverá ocorrer sobre professores que faltam muito e que, com esse comportamento, poderão prejudicar os demais.

Do Uol Educação

10 de novembro de 2009

REDE NÃO BATA, EDUQUE!


O nosso município recebeu nos dias 09 e 10 deste, Ana Paula Rodrigues (Coordenadora) e Luciana Quinhões de Sousa (educadora), ambas fazem parte da Fundação Xuxa Meneghel e estiveram durante esses dois dias desenvolvendo oficinas temáticas com foco no direito das crianças e contra os castigos físicos e humilhantes.
Participaram das oficinas professores, representantes do IFAN e crianças de escolas municipais que estarão representando a Região Nordeste no I Simpósio Nacional de Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes, que será realizado nos dias 02, 03 e 04 de dezembro de 2009 no Rio de Janeiro. Este Simpósio terá como público alvo 150 crianças de cinco regiões brasileiras e 120 representantes de organizações governamentais e não-governamentais.
A Rede Não bata, Eduque!- formada por instituições e pessoas físicas- atua como movimento social com o objetivo de erradicar os castigos físicos e humilhantes e estimular uma relação familiar respeitosa que garanta o direito das crianças à integridade física e psicológica e a seu peleno desenvolvimento como ser humano e como cidadão.
Os parceiros que formam a rede e conduzem a Campanha Nacional "Não Bata, Eduque" são: Agência Nacional dos Direitos da Criança (ANDI), Comunicarte, Fórum Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Fundação Abrinq, Fundação Xuxa Meneghel, instituto Noos, Instituto Promundo, Projeto Proteger, Sociedade Brasileira de Pediatria e Save the Children Suécia.

A EDUCAÇÃO NA PERSPECTIVA DE NOVAS PRÁTICAS

A secretaria de Educação de Redenção, em parceria com a editora Aprender, realizou nos dias 05 e 06 de novembro, mais uma etapa de formação com os coordenadores pedagógicos e professores da rede municipal que lecionam no 2º ano.
O evento iniciou-se com a acolhida ao grupo, realizada pela Secretária de Educação, Ana Paula Fonseca Braga, que ressaltou a importância e a necessidade do trabalho em grupo, da avaliação como instrumento a serviço da aprendizagem e das intervenções pedagógicas para o sucesso da aprendizagem de nossas crianças.
Aproveitando a ocasião, realizamos no 2º dia de formação a cerimônia de entrega simbólica do kit de Literatura Infantil, oferecido pelo Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC), às escolas que atendem aos alunos do 2º ano.
O Kit é composto por 13 títulos diferentes, entre estes estão: A Arca de Noé(Vinicius de Morais), Coral dos Bichos (Tatiana Belinky), cada Bicho seu Capricho (Marina Colassanti), e outros autores do universo literário infantil.
Durante a cerimônia de entrega dos kits, tivemos o momento de contação de histórias, realizado pela professora Célia Fernandes, com a presença não só dos cursistas, mas também de um grupo de crianças do 2º ano, que representou os alunos do nosso município. Este foi um momento de deleite, de encantos e descobertas do prazer através da leitura, que envolveu a todos: coordenadores pedagógicos, professores, equipe da SME e crianças participantes do projeto.
Os professores levaram a idéia como sugestão, para realizar uma manhã ou tarde literária, por ocasião da chegada dos kits às escolas, com a finalidade de despertar o interesse das crianças pelos livros e o encantamento pela leitura.
Essa é mais uma ação das ações realizadas pela SME em parceria com o PAIC, por meio do Eixo de Literatura Infantil e Formação do Leitor.

3 de novembro de 2009

HERANÇAS AFRICANAS


Aconteceu no dia 28 de outubro no Instituto Educacional Logos uma feira cultural com o tema “Heranças Africanas”, onde foi explorada pelos alunos a grande influência herdada pelos países Africanos.
Através da exibição de vídeos, desfile de moda afro, comidas típicas, instrumentos musicais, canções, entre outras, a grande ligação “Brasil-Àfrica” que está presente na nossa linguagem, culinária, dança, história e no nosso sangue, pois mais de 45% dos brasileiros tem origem Afro.
Temas e eventos como este fazem parte atualmente das atividades educacionais no município de Redenção, cujo objetivo é de receber uma Universidade que visa promover o intercâmbio entre o Brasil e os países Africanos.

O Município de Redenção continua na expectativa para receber a Universidade Federal da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB. Nesse contexto muitas ações vem sendo desenvolvidas para a concretização desse grandioso projeto educacional no município.
No último dia 27 de outubro a Prefeita Municipal de Redenção Francisca Torres Bezerra (Cimar), a Secretária de Educação Ana Paula Fonseca Braga e a Secretária de Cultura Terezinha de Liziê, estiveram participando em Fortaleza juntamente os com representantes da Associação dos Municípios do Maciço de Baturité-AMAB, de um encontro onde foram explanadas questões referentes a Proposta Pedagógica da UNILAB.